Quem sou eu

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

“Os aflitos e necessitados buscam águas, e não as há, e a sua língua se seca de sede; mas eu, o SENHOR, os ouvirei, eu, o Deus de Israel, não os desampararei.” Isaías 41:17













 vamos nos unir e orar 
 pelo mundo e apresentar todas as
 nações ao SENHOR......










2011 ano de José na vida daqueles que tem compromisso
com o SENHOR...

O QUE TU TENS NÃO É TEU

“Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá; ao que lhe respondeu a mulher: Não tenho marido. Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.” João 4:16-18

A história da mulher samaritana é cheia de ensinos preciosos para nossas vidas, a começar pela sede que ela manifesta de buscar as águas profundas de Deus, de querer receber de Jesus a água viva para saciar sua sede.
De fato, através de Jesus, essa mulher recebe os mais preciosos valores da vida: amor, atenção, compaixão, graça, perdão, salvação e alegria de viver. A samaritana sai desse encontro completamente realizada, feliz e dignificada.
Para ser liberta de todos os fantasmas do seu passado, ela é confrontada a  arrepender-se, refletir e mudar  certos comportamentos que são incompatíveis àqueles que querem andar com Jesus e serem salvos.
A pergunta de Jesus, a faz refletir sobre o pecado que cometia. Mas isso não a deixa arrasada, não obstante saber das implicações inerentes a tão grave transgressão. A pergunta é direta e confrontadora: Disse-lhe Jesus: “Vai, chama teu marido e vem cá.” Com essa pergunta Jesus passa a experimentar o caráter dessa mulher. Ela respondeu: Não tenho marido. Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.
O confronto nas palavras de Jesus sobre a conduta da mulher é resultado do conhecimento que ele tinha sobre ela:  havia algo errado que precisava ser consertado; o que ela tinha não lhe pertencia.
O que ela tinha que não lhe pertencia? Um homem, esposo de outra mulher. Não poderia chamá-lo de seu marido, pois o havia conquistado através do adultério, portanto de modo ilícito, reprovável diante de Deus.
Creio que esse é um grave pecado que muitos têm cometido, hoje em dia.     Estão na posse de algo que não lhes pertence, e precisam devolver ao dono para que encontrem o perdão e a salvação para suas almas.
O QUE TEMOS QUE NÃO NOS PERTENCEM?
Tudo  que nos é confiado por pouco tempo, emprestado, ou mesmo  daquilo  que nos apropriamos sem a devida permissão, devem ser devolvidos. Por exemplo:
Dons e ministérios. Eles nos foram dados por Deus para o benefício da obra dele na terra, para o engrandecimento de seu reino, e um dia, Ele mesmo nos exigirá devolução com mais valorização, com a devida multiplicação. Mt 25:14-31
Os filhos. São tesouros de Deus que nos foram presenteados, para tratarmos bem, educando, formando dentro dos princípios da Palavra. Um dia teremos que prestarmos contas deles perante Deus.
O cônjuge. Muitos relacionamentos não têm a bênção de Deus, pois começou de modo ilícito. Usando o mesmo principio diabólico da mulher samaritana, muitas pessoas usam destes ardis para conquistar aquele ou aquela que já estão na posse de outro. Esse tipo de atitude gera brigas, separações e muita mágoa que destrói a família, produzindo na vitima traumas terríveis, por lhe terem roubado a pessoa amada. “e esse que agora tens não é teu marido;
Membros da igreja. São muitos os líderes que gostam de assediar, aliciar e roubar membros de outra igreja, (possuem o espírito de Absalão). Membros que estão na responsabilidade espiritual de outro colega. Com vários ardis convence-os a mudar de igreja, e depois ainda se vangloriam dizendo que sua igreja está crescendo e aumentando em membresia. De fato, mas, o aumento maior é do pecado  gerado nos corações por essa atitude. “o que tu tens não é teu”. Esses líderes certamente pagarão no juízo pelas almas que roubaram, e pela traição ao seu colega.
” Maldito aquele que mudar os marcos do seu próximo. E todo o povo dirá: Amém!” Deuteronômio 27:17
Objetos ou dinheiro emprestados e nunca devolvidos ou restituídos. Certa feita, um irmão emprestou um livro cujo título era: “nunca mais serás o mesmo” . Depois de mais de ano o livro foi devolvido. Quando o dono olhou para livro  exclamou: “ com certeza, nunca mais serás o mesmo”. O livro estava todo danificado.
“ O ladrão diz: isso é meu!!! Roubando do dono o que com sacrifício adquiriu.
Ladrões da inocência. São os pedófilos, que roubam das crianças a pureza e simplicidade. Produzindo marcas profundas no futuro delas. São pais ou responsáveis negligentes que negam aos pequeninos o direito de gozarem a infância com saúde, alegria e pureza, expondo-os a trabalhos  adultos ou usando-os no tráfico de drogas, em assaltos, na exploração física e emocional de seus corpos, corrompendo suas mentes, expondo-os ao sofrimento e às barbáries deste mundo cão.
Ladrões dos sentimentos. São aqueles que brincam com sentimentos dos outros. Com palavras mentirosas fazem vítimas justamente aqueles que esperam receber, amor, carinho e compreensão. Aqui também se encontram aqueles que  usam de auto comiseração para prender pessoas a si, para ganharem o centro das atenções.
Ladrões de almas. Nesse grupo estão os políticos que com sua retórica messiânica prometem o que não podem cumprir, mantendo o povo na escravidão da manipulação social. Estão também muitos religiosos que sentem-se dono da conduta de seus membros, obrigando-os a fazerem coisas contrário ao que a Palavra de Deus ensina, trazendo-os cativos com sua palavra bajuladora ou autoritária.
Os Corruptos. Apropriam-se indevidamente dos bens coletivos, dos bens públicos para ganhos próprios. Juntam riquezas roubando o suor dos trabalhadores honestos, retendo aquilo que seria  ganho comum , trazem miséria e sofrimento à população.
Aqueles que não devolvem o dízimo ao Senhor. Sabemos que de tudo que ganhamos, de toda a renda que temos e não apenas o valor do salário registrado em carteira ou em contrato, apenas 90% é nosso. O Senhor exige de cada cristão apenas 10%( o dízimo). Muitos têm roubado a Deus, sendo infiéis, usam a parte do Senhor e deixam a obra em apuros. “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Com maldição sois amaldiçoados, porque me roubais, vós a nação toda”. Malaquias 3:8-9
Creio que lugar teríamos para que essa lista do “o que tens não é teu” fosse ampliada. Infelizmente, o segundo grande mandamento, pouco tem sido observado, até mesmo por aqueles que se dizem cristãos: Amar o próximo como a si mesmo ( Rm 13:9).
A mulher samaritana nos ensina a reconhecer nosso pecado, nossa falha, arrepender-nos e seguir uma vida triunfante e transformada como foi a dela, a partir do momento que teve o seu encontro pessoal com Jesus. Mais que uma nova vida, ela pode ganhar o poder de ser usada pelo Senhor em verdade, livre de toda mentira, anunciar o autor da verdade.
Uma única decisão: ser verdadeira diante de Deus, devolvendo o que não era seu e recebendo do Senhor, tudo que era dela, Nele.
Pr Francisco Nascimento

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

A LOJA DE DEUS
Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.
ISAIAS 9:6

domingo, 19 de dezembro de 2010

DEUS tem Honra prá todo Aquele que si dispõe a cumprir o Ide de CRISTO..




Fui ungida a Missionária ......

DIÁRIO PARTICULAR............

Sabor De Mel Damares
O agir de Deus é lindo na vida de quem é fiel,
No começo tem provas amargas,
Mas no fim tem o sabor do mel
Eu nunca vi um escolhido sem resposta
Porque em tudo Deus lhe mostra uma solução,
Até nas cinzas ele clama e Deus atende lhe protege,
lhe defende, com as suas fortes mãos
Você é um escolhido e a tua história não acaba aqui
Você pode estar chorando agora,
Mas amanhã você irá sorrir,
Deus vai te levantar das cinzas e do pó,
Deus vai cumprir tudo que tem te prometido,
Você vai ver a mão de Deus te exaltar
Quem te vê há de falar,
Ele é mesmo escolhido.
Vão dizer que você nasceu pra vencer
Que já sabiam porque você
Tinha mesmo cara de vencedor,
E que se Deus quer agir ninguém pode impedir
Então você verá cumprir cada palavra
Que o Senhor falou,

Quem te viu passar na prova e não te ajudou,
Quando ver você na benção vão se arrepender,
Vai estar entre a platéia e você no palco,
Vai olhar e ver Jesus brilhando em você,
Quem sabe no teu pensamento você vai dizer,
Meu Deus como vale a pena a gente ser fiel,
Na verdade a minha prova tinha um gosto amargo,
Mas minha vitória hoje tem sabor de mel,

Tem sabor de mel, tem sabor de mel,
A minha vitória hoje tem sabor de mel,
Tem sabor de mel, tem sabor de mel,
A minha vitória hoje tem sabor de mel

A minha vitória hoje tem sabor de mel,
Minha vitória hoje tem sabor de mel
Sabor de mel.



terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Diário Particular.........

Final de ano chegando é tempo de pararmos para pensar em nossos
projetos para 2011 em nossa Igreja todo inicio de ano fazemos o
projeto de vida  12 pedidos um para cada mês e DEUS tem honrado
de uma maneira tão grande que muitos irmãos já testemunharam
os feitos maravilhosos do SENHOR oque DEUS promoveu na minha vida este ano
só ELE mesmo eu creio que prá este novo ano DEUS vai promover grandes
coisas ...............bjssssss a todos os meus amigos  .........................

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010


Buscando a vontade de Deus

de Dennis Downing

Uma das perguntas mais freqüentes que ouvimos é “Como é que eu posso saber a vontade de Deus sobre ...”. Às vezes é uma questão de relacionamentos (namorar com esse, ou não; casar com aquele, ou não). Outras vezes a dúvida é em relação a emprego, mudança de cidade, escolha de carreira, etc. Às vezes tem-se bastante tempo para buscar a resposta. Outras vezes a resposta precisa ser encontrada numa questão de horas.

Seja qual for sua situação, há algumas dicas que podem ajudar. Vários anos atrás, perguntei a um homem de Deus como tomar uma decisão de entrar num seminário para me preparar para servir num ministério. Ele deu as seguintes dicas. Eu as elaborei um pouco mais com passagens bíblicas que mostram que há um fundamento para todas elas. Há apenas cinco. Eu as coloco aqui na esperança de que, havendo necessidade, possam lhe ajudar. Que Deus seja sempre seu guia.

1. Oração
Tiago 1:5-6 Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.

Deus promete dar sabedoria e discernimento a todos que pedem. Precisamos pedir a Deus. Precisamos pedir com fé. Antigamente eu orava muito quando precisava de uma resposta ou ajuda, e muito pouco quando estava tudo bem. Precisamos nos habituar a orar constantemente a Deus, para conhecê-Lo melhor. Quanto mais nós O conhecemos, melhor entenderemos a Sua vontade.

Parte da maneira como Deus se revela para nós não é apenas através de respostas momentâneas, mas, através de um contato prolongado e profundo. Procure melhorar seu relacionamento com Deus em oração e, surpreendentemente, você verá que as respostas dEle às suas dúvidas virão de forma cada vez mais tranqüila e natural.

2. A Palavra
Rom 12:1-2 “transformai-vos pela renovação da vossa mente”

Nossas mentes tendem a fazer decisões baseadas em modelos de pensamento, e valores anteriores à nossa conversão, ou seja em valores do mundo. Esses valores podem nos levar a decisões erradas. Só a mente renovada pela palavra de Deus pode fazer boas decisões.

Podemos procurar passagens que ensinam sobre a nossa dúvida quanto à vontade de Deus, ou passagens que nos dão princípios bíblicos para nos guiar. Em tudo, precisamos estar orando para Deus nos orientar.

3. A orientação do Espírito Santo
Salmos 143:10 “Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus, que o teu bondoso Espírito me conduza por terreno plano.

O Cristão tem o Espírito Santo como guia. Precisamos pedir a ajuda dEle. Ele provavelmente não falará em meu ouvido. Mas ele tocará em meu coração e operará em minha mente para me ajudar a conhecer a vontade de Deus.

Gal 5:25 "Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito." Andando pelo Espírito deixamos para trás escolhas que levam às paixões e desejos carnais. Vivemos orientados pelo Espírito. Qualquer decisão impura ou egoísta não pode ser do Espírito, enquanto o amor e a fidelidade caracterizam o andar pelo Espírito. Leia sobre as obras da carne (Gal 5:19-21) e o fruto do Espírito (Gal 5:22-24) e você terá uma boa idéia de como será andar pelo Espírito.

Rom 8:6 "A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz." Quando estamos sendo guiados pelo Espírito, sentimos paz em relação às nossas escolhas e decisões. Se você não tem paz relativo a uma decisão, ore a Deus e busque a vontade dEle por outros meios. É bem possível que a escolha que você está pensando em fazer não seja a vontade de Deus.

4. Buscando Conselhos de Cristãos maduros
Prov. 12:15; (Veja também 15:14; 18:15; 20:18) “O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos.”

Em 1 Reis 12, Roboão, um dos filhos de Salomão, um dos homens mais sábios da Bíblia, ao em vez de escutar os conselhos dos anciãos de Israel, escutou seus jovens amigos, e assim dividiu ao povo de Israel. É mais sábio procurar uma pessoa com experiência e bom exemplo na vida Cristã. Este homem ou esta mulher geralmente terá melhores condições de nos indicar qual seria a vontade de Deus.

Você conhece algumas pessoas em cujas vidas você vê Jesus? Procure os conselhos destas pessoas. Novamente, ao invés de esperar para a hora decisiva, é melhor começar a desenvolver estas amizades bem antes. Assim, teremos mais confiança na orientação desses irmãos mais maduros.

5. Portas abertas
Atos 16:6-7 “E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.”

Paulo queria ir para a Ásia. Deus tinha outros planos. Deus fechou portas no caminho de Paulo. Paulo acabou indo a Filipos, onde uma igreja importante foi fundada.

Deus quer nos mostrar o caminho. Só Ele pode nos mostrar a direção certa. Salmos 25:4-5 “Faze-me, SENHOR, conhecer os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas. Guia-me na tua verdade e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação, em quem eu espero todo o dia.”

Se você quer seguir algum caminho, namorar ou casar com uma determinada pessoa, ou alcançar algum objetivo, se isto for a vontade de Deus, as portas vão abrir. Se não for, você pode forçá-las, mas pode depois vir a se arrepender devido ao que encontrar do outro lado daquelas portas. Esteja sempre atento para a vontade de Deus e para as portas abrindo ou fechando de acordo com Sua vontade.

E, lembre-se, é mais fácil saber o que uma outra pessoa realmente quer quando você conhece bem aquela pessoa. Certamente Deus irá revelar a vontade dEle para nós. Mas, quanto mais O conhecermos, mais claramente entenderemos e ouviremos Sua vontade. Por isso é bom desde já buscar conhecer cada vez mais a Deus. Deus te abençoe.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Nascer de Novo

de Max Lucado

A frase “nascer de novo” pertence a Jesus (Evangelho de João 3:1-18). ...Como uma pessoa nasce de novo? …

Para você ter uma idéia, pense em seu próprio nascimento. Volte o vídeo para o começo de sua vida, e pare nos primeiros momentos. Olhe para si mesmo. Novinho. Olhos novos. Boca nova. Nada de segunda-mão. Tudo original.

Agora me diga: Quem lhe deu essas partes? Quem lhe deu olhos para que conseguisse ver? Quem lhe deu mãos para que conseguisse trabalhar? Quem lhe deu pés para que conseguisse andar? Você fez seus próprios olhos? Suas próprias mãos? Seus próprios pés?

Não, você não fez nada. Deus fez tudo. Foi ele quem fez todas as coisas novas da primeira vez, e é ele quem fará tudo novo pela segunda vez. O Criador cria nova-mente! "Se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2 Co 5.17).

Eis (posso me aventurar a dizer?) o maior milagre de Deus. E surpreendente quando Deus cura o corpo. E extraordinário quando Deus ouve a oração. E incrível quando Deus provê um novo emprego, um novo carro, um novo filho. Mas nada disso se compara com a nova vida que Deus cria.

Em nosso novo nascimento, Deus refaz nossa alma e nos dá, mais uma vez, o que precisamos. Olhos novos, para vermos pela fé. Mente nova, para termos a mente de Cristo. Força nova, para não ficarmos cansados. Visão nova, para não perdermos o entusiasmo. Voz nova para louvar e mãos novas para servir. E, acima de tudo, um coração novo. Um coração que foi purificado por Cristo.

E... ah, como precisamos disso. Maculamos o que Ele nos deu da primeira vez. Usamos nossos olhos para ver impurezas, nossas mãos para dar sofrimentos, nossos pés para andar no caminho errado, nossa mente para alimentar pensamentos malignos. Todos nós precisamos ser renovados.

O primeiro nascimento foi para a vida terrena; o segundo, para a vida eterna. Da primeira vez, recebemos u m coração físico; da segunda, recebemos um coração espiritual. O primeiro nascimento permitiu-nos ter uma vida na terra. O segundo nascimento permite-nos ter a vida eterna.

Mas a analogia contém outra verdade. Posso lhe fazer outra pergunta acerca do seu nascimento? Qual a sua parte no processo? (Não me olhe desse jeito. Claro que estou falando sério.) Quanto você trabalhou? Foi você que colocou suas mãos sobre o ventre e empurrou-se para fora? Você estava se comunicando com sua mãe pelo rádio, dizendo-lhe quando empurrar? Será que o médico lhe pediu que medisse as contrações e desse informações sobre as condições internas?

Dificilmente. Você foi passivo. Se você nasceu, não foi por aquilo que fez. Alguém fez todo o trabalho. Alguém sentiu toda a dor. Sua mãe é que fez todo o trabalho de empurrar e lutar. Seu nascimento resultou do esforço de outra pessoa.

O mesmo acontece em nosso nascimento espiritual. É pelo sofrimento de Deus que nascemos. Não por nosso esforço, mas pelo esforço de Deus. Não é nosso o sangue derramado, é o dEle.

… O pecado começou quando Eva olhou para a árvore (veja Gn 3.6). A salvação vem quando olhamos para Cristo. Simplicidade espantosa. Resumida na grande promessa de João 3.16: "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Cegueira Espiritual

O Dono Da Estrada E O Porco
Certa vez um homem andava correndo num carro novo que havia comprado. O carro era possante e rápido. Ele gostava de carros assim e se enchia de orgulho olhando a nuvem de poeira que subia por trás de seu carro enquanto corria nas estradas de barro do interior.
Um belo dia ele estava correndo numa estrada assim todo satisfeito com a nuvem de poeira e o vento batendo no seu rosto. De repente, ele avistou um carro se aproximando da outra direção. Ele percebeu que o carro estava correndo igual ao carro dele. Ao se aproximar mais ainda ele viu que este carro também era novo e da mesma marca que o carro dele.
Cheio de inveja ele pisou no acelerador e resolveu dar uma lição no outro motorista de como correr de carro em estrada de barro. Os dois carros estavam se aproximando uma curva perigosa na estrada. O motorista orgulhoso nem tirou o pé do acelerador, mas resolveu entrar na curva na velocidade máxima.
Assim que ele começou a entrar na curva ele percebeu que o outro carro, ao se aproximar dele estava deslizando no barro. Parecia que o motorista estava perdendo controle. E, o pior, ele viu que o motorista era uma mulher. Rapidamente ele girou o volante e evitou uma batida enquanto o outro carro passou, quase batendo. A mulher, do volante do outro carro gritou "Porco"! O motorista orgulhoso, enraivecido revidou "E você é uma vaca"!
Mas, logo na frente, ao completar a curva o motorista orgulhoso espatifou o grande porco que havia se deitado no meio da estrada e pelo qual aquela senhora havia desviado e tentado avisá-lo.